Pular para o conteúdo principal

Promiscuidades

Fui buscar em diversos dicionários o significado de tal palavra tanto usado ano passado principalmente por políticos que se denominam cristãos, ou líderes cristãos que tentam dissiminar tal conceito e o utilizam de forma muito errada, e as vezes as pessoas acabam perder o real conceito da palavra, sua real definição.

Convivência chocante de pessoas de sexo diferente e de condições sociais diversas; mistura confusa e desordenada de seres no mesmo ambiente; heterogeneidade.

Mais precisamente:
1. Qualidade do que é promíscuo.
2. Mistura confusa e desordenada.
3. Reunião confusa de pessoas em que predominam as de baixa classe.
4. Comportamento que viola o que é considerado moral.
5. Relacionamento com vários parceiros sexuais. 

Essa palavra tem gritado no meu interior ultimamente, devido a uma situação que vivenciei semana passada e sempre a vivencio em certos contextos...

Quando alguem nos define como promiscuo devido a uma determinada condiçao pessoal eu sempre fico bolado, ou entao a algumas situaçoes que geram grandes interrogatórios mentais, pois nisso sou muito bom em questionar a mim mesmo pessoalmente! #bemredundante

Peguei tal palavra pois atualmente há uma forte tendencia em as pessoas relacionar o gay, o homossexual, as bichas, os veados/viados (nunca sei o correto), as sapas, lesbicas, bico largo e por ai vai as denominaçoes usadas  que ser homossexual, logo a pessoa é promiscua, logo a pessoa vive rodeada de promiscuidade, logo todos os amigos e amigas se tornam promiscuos juntos... coisa de maluco, mas é assim que é... è assim que acontece. As pessoas julgam as outras devido aos seus rotulos, as suas diferenças e enquadram todos a volta como sendo isso ou aquilo, o que me deixa de saco cheio, quando alguem percebe que sou homossexual e logo acham que por ser tenho que fazer sexo a tres, ou entao que minhas amigas "pulam a serca", que amigos ou amigas fazem atrocidades sexuais... 

Muitos acham que nao existe isso que comentei, mas existe e de monte... ja fui abordado varias vezes por pessoas que ao descobrirem minha condição ja logo mandam a pergunta se nao tenho nem uma amiguinha que curte certas brincadeiras, que fazem certos momentos sexuais que ai sim pra mim podemos considerar algo promíscuo... 

Umas semanas atrás fui abordado por um colega de classe que estudou comigo ha mais de 20 anos, e conversa vai e conversas vem acabei lhe expondo minha condiçao e continuando a conversa o mesmo ja logo mandou a pergunta se nao conhecia nem uma garota que curtisse algumas coisas diferentes... Detalhe o cara é casado... Tentei desconversar, mas nao deu... o cara insistiu... e perguntei-lhe o motivo da pergunta... e respondeu que como possuo tal tendencia, consequentemente terei contatos com pessoas que façam tais coisas... 

E nao foi a primeira vez que tal coisa aconteceu, e com isso fiquei pensando como as pessoas sao, taxam o outro como promiscuo e esquecem que a propria atitude muitas vezes está sendo uma atitude totalmente promíscua.








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram