Pular para o conteúdo principal

Ai como eu to bandida!!!

Esse é um jargao que esta se espalhando no meio homo, como tambem no meio hetero, por que será??? Alguns acham ridículo a forma de ser de um homossexual afeminado, como diz a Valeria Vasquez: transsexual operada. Alguns caem na gargalhada, amam o que consideram "lúdico" da situação e quando vai se deparar com a realidade parece que a vida perde um pouco da graça.
Eu parabenizo o personagem que interpreta a Valéria Vasquez pois transmite com exatidão as ações de um transsexual, as palavras, os gestos, a delicadeza e a sua falta de delicadeza, a inconstancia e tudo mais, só que as pessoas nao percebem que os gays deste tipo dentro de si tem algo muito alem de caricatura, muito alem de aparencias, muito alem de jargoes. Em nem um momento querem divertir as pessoas que estao a volta, a única coisa que tem consigo que vivem intensamente a verdade... e muitas vezes achamos graça da verdade ao invés de  pararmos e pensarmos o que estamos fazendo com essa verdade em nossas vidas.
Em tempos que estamos vivendo esse apogeu sexual onde muitos querem decidir a sexualidade do outro, como devem ou naos se comportarem diante das pessoas... eu fico assustado com a receptividade das pessoas em relaçao a tal personagem... assusto-me com tamanha aceitação, porém me questiono por que que na vida real nao é assim, por que as pessoas na vida real nao aceitam os gays, as lésbicas, os bissexuais, os trans, e ficam impodom, brigando etc... quando se é pra satisfazer egos eles servem, por que quando estamos falando na seriedade nao somos respeitados, ouvidos... Nao estou reclamando de acharem graça das atitudes da Valéria, mas seria engraçado se o teu irmao aparecesse em casa vestido como tal e dizendo que fez um cirurgia  de mudança de sexo???
São coisas que eu fico por ai pensando né... O mundo quer impor algo que ja nao tem mais imposição. Algo que ja passou por uma transformaçao interna.
Pena de quem pensa que ser homossexual é ser Valéria Vasquez, homossexualidade é muito mais complexa, se alguem um dia pensa em me ver vestido como tal, engana-se pois é algo que jamais vai acontecer, nao por preconceito, pois sei muito bem da minha sexualidade que nasci homem, e em nem um momento deixei de ser homem, e isso falo nao so por mim como por todos os outros que tem por ai. Homossexualidade é muito mais profundo que isso...
E voltando à Valeria Vasquez, o ator responsável por toda atuação e performance é o Rodrigo Sant'ana de 30 anos, e que de homo nao tem muita coisa nao, aparentemente falando, e fora que é mó filé... rsrsrsss AI COMO EU TO BANDIDA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…