Pular para o conteúdo principal

materia mes de agosto - PAROQUIANO


O namoro Cristão

            Nos meus últimos escritos percebi um grande interesse de pessoas interessadas nos conteúdos que tenho apresentado. Recebi elogios, críticas, sugestões... De antemão quero agradecer a todos que têm se dado permissão de, junto comigo, falar de uma realidade tão próxima, que muitas vezes deixamo-na tão distante da gente, que é o Jovem Cristão, seu proceder, suas atitudes diante da atual sociedade que vivemos. Porém chega de falatório e vamos ao que nos trouxe a essa edição, ou seja, dar continuidade ao que já viemos desenvolvendo, papeando sobre esse mundo jovem do século 21, tão diferente, talvez, de anos atrás em que vivíamos um estilo de vida tão menos liberal.
Namorar todo jovem quer, mas como ficam os princípios de Deus num namoro cristão? Como devem se comportar, agir e continuar um namoro dentro das bênçãos de Deus? Quais os princípios para um Namoro Cristão? Quantas indagações com tão poucas respostas.
A primeira coisa a ser aprendida acerca do namoro é que ele não existe apenas para que possam sair e se divertir. O namoro é diferente do relacionamento que você  tem com suas amigas e com os seus familiares. A fase do namoro é para que os dois se conheçam melhor.
O namoro cristão é uma preparação. Um período extremamente importante na vida de dois jovens cristãos e de muitas responsabilidades. Namoro cristão deve sempre visar o casamento. Embora o desejo seja que ambos se tornem íntimos em seu relacionamento, isso não quer dizer liberdade no aspecto físico e muito menos liberdade sexual entre o casal de namorados.
Este é um período de conhecimento mútuo, conhecimento da alma, do coração, nunca do físico um do outro. O aspecto físico está destinado para depois do casamento. Lembre-se que quanto mais próximo cada um estiver de Deus, mais próximo estarão um do outro.
Por isso, é muito importante que você se proteja para não cair em pecado, tomando certas medidas de precaução durante a fase do namoro, tais como:

1- Sempre namore em locais públicos e durante o dia, pois assim é mais difícil dar vazão aos desejos da carne. Haverá tanta gente em volta que será praticamente impossível fazer algo de que se arrependa mais tarde. Vocês só conseguirão fazer aquilo que realmente devem - conversar!

2- Vista sempre roupas discretas e apropriadas

3- Evite ir à casa um do outro quando ninguém estiver por perto, pois vocês se sentirão tentados a manter contato físico e acabarão caindo em pecado.

4- Quando se abraçarem; evitem que seus corpos  se toquem da cintura para baixo. Desta forma, vocês estarão evitando tocar em áreas extremamente perigosas.

Lembre-se que namorar não é tocar o corpo um do outro ou se divertir, mas sim conhecer bem um ao outro a fim de decidir se estão prontos ou não para passar o resto da vida juntos. Cristãos não namoram para se divertir, pois sabem que este tipo de namoro só acaba machucando mais tarde. Cristãos namoram para encontrar a pessoa com quem vão viver a vida toda.

Zima
Josimar da Silva

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…