Pular para o conteúdo principal

Lindo...

Já faz um tempinho que queria escrever este post, mas tenho evitado entrar no assunto, mas hoje sobrou um tempinho, antes de ir pro recinto da festa da soja e trabalhar como camelo, montando a lousa digital e tambem arrumando o espaço, pois amanhã não será possivel, bom voltando né...
Há algumas semana passei por um episódio desconfortante pra alma, como sou muito amoroso com as pessoas a minha volta, cultivei a mania de chamar o próximo de lindo, sem conotaçao sexual alguma, simplesmente por carinho e acabou se tornando uma mania, tanto pessoalmente como pela internet. Ate segunda-feira passada, quando fui abordado por um amigo (AB) e na conversa com ele terminei dizendo: " por nada meu lindo" a pessoa rebatei no ato: "nada de lindo, zima" (ps.: zima meu apelido), ai questionei o porque de nao pode-lo chamar de lindo e que era apenas uma mania minha de chamar a TODOS de lindo, claro que olhando pelos olhos carnais o lindo faz jus a pessoa dele, mas em momento algum quis assedia-lo ou sei la o que tenha imaginado, com isso perguntou-me se era homossexual, o que respondi que sim e se tinha algum problema com isso, afirmou que nao e que já sabia há algum tempo, o que me deixou intrigado, perguntei se dava muito na cara, se tinha algum tipo de afetação, respondeu curtamente que não, que sou muito sigiloso, que simplesmente percebe isso nas pessoas, coisa que já estranhei, pois quem tem gaydar (radar gay), mas fiquei na minha quieto, apesar da inquietaçao no coração, pois sabia que atras dakilo tinha algo mais, mais que depressa ja disse  que teria de sair que estava ocupado, coisa que é mentira pois fica o dia todo on line na internet e tal, só que nao puxo conversa com ele nao, com isso a pessoa me bloqueoou no msn, excluiu  de vez da vida, e ultimamente, tenho o visto todas as segundas-feiras devido ao meu 2º emprego e ao emprego dele, essa semana por educaçao me cumprimentou, porem semana passada fez de conta que nao me viu, na rua entao...
Com isso, fiquei com esse questionamento na cabeça e fui perguntar a amigos heteros se chamar outra pessoa do mesmo sexo como lindo pega  mal e pra meu espanto disseram que sim e ainda falaram que as pessoas zuam tanto quem fala quanto quem é chamado... fiquei horrorizado com isso, tamanha ignorancia em que o mundo se encontra, as pessoas maldam do simples ato de ser sensivel, de nao achar o proximo de voce bonito, conversei abertamente com alguns amigos e resolvi que vou tentar nao chamar ninguem de lindo mais... Fiquei muito chateado com tudo isso, pois em nem um instante tinha tal ação como uma açao sexuada, porém algumas pessoas de pensamento limitado, acabam deixando se levar por ideias que a maioria faz sem ao menos questionar.
Cansei de gente assim, se eu nao posso ser o que sou eu vou ser o que??? Ah para hein... vou tomar uma pílula de machismo e deixar de lado o lindo... e chamar o proximo de véi, feio, viado entre outros modos em que as pessoas heteras costumam se tratar, mais propriamente os homens, pura ignorancia.

Bom é isso!!! Nao mais lindo!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…