Pular para o conteúdo principal

SEXUADOS...

Somos sexuados demais... ao menos eu acho, minha opinião. O ser humano vivo se deparando com situações que levam ao sexo... ainda mais hoje em dia, em que as coisas estão facilitadas, e pra quem é sexuado como nós humanos, fica muito dificil se controlar, se é que as pessoas queiram se controlar... Porém, é tipo evitar o inevitável... somos inerentes à nossa sexualidade, aos desejos mais íntimos que a pessoa possui... mesmo que pareça que a pessoa nao tenha tal desejo... pode ter certeza que tem... talvez um desejo dinfuncinado por determinadas situaçoes, mas que todos nós somos sexuados, isso é fato irrevogável... agora ficar a pergunta: o que fazemos com este fato, com essa condição??? Desfrutamos livremente ou nos preservamos... Como falei em um post anterior, fui questionado por colega, em relaçao a minha sexualidade, no ambito de que nao fico falando de mulheres, entre outras coisas... O fato de muitas vezes nao enunciar nossos mais intimos desejos, pra muitos quer dizer que nao temos tal situaçao em nossas vidas, mas pelo contrário... somos e sou muito sexuado... muito mesmo, o que não quer dizer que vivo por ai em busca de momentos que me dê prazer nesta area de minha vida...
Essa semana estava pensando em relaçao a isso, as vezes seria tao mais fácil, ou nao, se nao fossemos tão sexuados assim, ou entao fossemos como os animais... soh sentiriamos atraçao no momento do cio da femea e não mais... Mas quisemos ser diferentes, deu no que deu...
Nossa sexualidade é muito complexa, fora os desvios que ela nos traz, tem ainda outros fatores que nos deixam em situaçoes contrangedoras: cheiro, toques, imagens, palavras, gestos... tudo nos sexualiza, tudo mesmo... ja li cada coisa sobre o assunto, que pasmem, em que as pessoas sentem prazer sexual com inúmeras situações... Não pense que voce seja diferente, que não é não, também temos isso em nós, é nos inerente... o que naõ podemos deixar-nos ser levados por tudo o que se passa em nossa mente e em nossa sexualidade...
Este assunto é um assunto que nao gostava de falar muito nao, mas hoje ja passei dessa fase falo na boa... claro que nao constantemente, ate porque nao somos só sexo em nossas vidas... As pessoas precisam lembrar disso...
Ja parou que pra prender nossas atençoes a determinados produtos, os marketeiros de plantao abusam de nossa sexualidade pra tentar atingir seus efeitos de vendas... Sabe por que? Pois esquecemos de pensar com a razao e pensamos mais com nossa sexualidade do que com o cerebro propriamente dito... Pra que em um comercial de cerveja um monte de mulheres de pouca roupas, pra nao dizer sem, estava vendo um comercial esta semana de chocolate, que amo de paixao, e tinha uma moça vestida de coelha, alias desvestida né... pois de coelho soh tinha as orelhas eu acho...
Ja somos sexuados e ainda os meios nos levam a mais sexualizaçao...por isso hoje tem se banalizado o sexo, todos ficam com todos a qualquer hora, de qualquer jeito... Os sentimentos, as responsabilidades, o compromisso viraram fatores secundários, muito secundários por sinal, hoje as pessoas praticam o ato sexual simplesmente por ter um momento de prazer...
E cade os prazeres que temos com as leituras de livros, indo ao cinema, ao teatro... isso virou segundo, pra nao dizer quinto ou sexto, plano...
Hoje a política é ficar com muitos, varios... etc, e isso falo nao só para os heteros nao, e sim pra homos, bi etc que tem por ai... ninguem mais quer ter compromisso com ninguem pois assim a vida fica mais facil e nao temos obrigação para com ninguem e nem dar satisfaçao...
Eu levanto a bandeira do amor, temos que antes de tudo amar e ser amado, mesmo sendo sexuados como somos, devemos nos comprometer, sermos fieis, responsaveis com o proximo e isso falo pra todas as bandeiras que tem surgido por ai... se as pessoas vivessem o compromisso, a fidelidade, o respeito, a responsabilidade tenho certeza que muitos pré conceitos que existem por ai ja nao existiriam mais... Mas, enquanto isso não acontece... vamos vivendo nossa vidinha diferenciada de muitos...
Falei e disse...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…