Pular para o conteúdo principal

O que é amar???

Essa semana peguei-me refletindo sobre amor...
Amor existe? Eu amo? Sou amado??? Como sou muito racional, as vezes o amor se torna dificil de ser percebido... de ser demonstrado e por ai vai...
Eu acredito no amor e muito... acredito que o amor faz a diferença em nossas vidas, se vivemos já é um sinal de amor ai...
Mas aprofundei ainda mais na questão do amor... Amor acaba? Já que dizem que o amor é um sentimento que dura eternamente(dura eternamente?? quem definiu isso??), mas a pergunta maior é o amor resiste a traiçao?
Antes é preciso nos questionarmos sobre o que é traição, alguns dizem que é relativo, que cada um decide o que pra si é ou não traição... as vezes traição ocorre não por atos, mas pelo nosso orgulho proprio, queremos que as coisas girem em torno a nós e quando isso se desvencilha, a sensaçao que temos é a de que fomos ou somos traidos de alguma forma...Mas e o amor???
Dizem os espirituaistas, religiosos etc que o amor supera tudo, aceita tudo etc o que não quer dizer que só porque tal pessoa nos ama que devemos usar esse amor pra qualque situaçao ou fazer proveito do mesmo.
Eu já fui traído!!! Chocante isso!!! E não foi o uma traiçao de homem pra mulher, no sentido carna da coisa, não isso nunca fui., até porque nunca namorei... Digo traiçao no ambito familiar e/ou nas amizades que já tive... tipo aquele/a amigo que você diz algo e esse amigo sem sua permissao, ou pior inventa coisas de ti por ai sem voce saber... Já tive vários amigos e hoje creio que nao tenho nem um, sou amigo de todos, porem devido a tudo que ja sofri com as amizades nao tenho mais amigos "íntimos", daqueles que nos abrimos completamente pra não me frustrar ainda mais... Todos os que passaram os amo muito, porem como a amizade se saturou foi melhor nos afastarmos, outros casaram-se, mudaram de cidade etc... Mas teve um... que o considerava muito, porém mal sabia eu que o cara fazia a minha caveira pra todo mundo por ai sem que eu soubesse, tudo que lhe dizia, espalhava pra algumas outras pessoas com uma certa ditorçao no contexto, na verdade a pessoa queria ser como eu e como nao tinha como usou de certas artimanhas, rezo por essa pessoa até hoje, tenho muita pena...até roupa ja emprestei pra pessoa e até hoje nunca mais vi essas roupas... Pra quem me conhece, sabe que sou extremamente proprietario ds minhas coisas, mas pensava sermos amigo, engano o meu... Há 02 anos essa pessoa me ligou fazendo acusaços infundadas, praguejando-me e disse que havia morrido pra tal pessoa, que coisa!!! Depois de tudo o que me fez eu ainda era o errado em tudo, alias errado nem sei no que, pois até hoje nao o entendi... Depois disso ja nos deparamos em situaçoes muito engraçadas, algumas pessoas perguntam porque nao o cumprimento: uai!! simples!!! como um morto pode cumprimentar alguem, conversar com alguem, se estou morto... estou morto oras!!! Ainda tenho um aprendizado que minha mae sempre nos ensinava quando criança(pois é eu já fui criança): TENHA VERGONHA NA CARA!!!E de tanto minha mae ensinr-me eu adquiri isso, essa semana cruzei com tal pessoa pela enesima vez e como já acostumei com a situaçao, nao tive tanto problema, porem a pessoa nao estava só estava acompanhada de um "amigo" em comum que também ja fez inúmeras "traiçoes", comentários a meu respeito, porem ainda mantenho um certo contato e no momento perguntou porque nao nos cumprimentamos rsrsrs, a pessoa ficou branca e começou a desmanchar-se em suor, pois nao tinha uma resposta e eu me doendo por dentro de vontade de rir... pra sair da situaçao dei uma desculpa e fui embora... Com isso, comecei a pensar sobre o amor, se o amor existe, se amor é capas de suportar tudo realmente...

Se pensam que cheguei em uma resposta, tirem o cavalinho da chuva, pois há perguntas que é bem melhor não se saber as respostas...

Mas saibam que quando amamos, por mais que o melhor seja a separaçao, o amor permanece, as vezes escondido e as vezes sufocado para nao termos que sofrer ainda mais do que ja sofremos...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos namorados sozinho?

Ah, é claro que eu fico triste, talvez até mais do que deveria ficar, porque se eu pensar nas experiências do passado, eu estou bem até. Mas sabe, tem certas horas que eu sinto vontade de ter alguém e não estou dizendo isso só porque é o dia dos namorados e eu não tenho alguém.  Eu estou dizendo isso, porque faz bem viver a dois, ter alguém para um abraço quente, um beijo demorado, um boa noite e um bom dia querendo saber se eu dormi bem.  Chega uma hora que perde a graça sair, conhecer alguém e ver que ali você não pode depositar expectativas porque depois de três ou quatro palavras, você percebe que mais vazia do que a sua vida sentimental, é a cabeça dessas pessoas quem vão para a noite só querendo preencher a sua cota de beijar quem puder.  Chega uma hora que você se olha no espelho e se pergunta: será que não chegou a hora de me permitir e conhecer alguém legal? Que tire esse medo que ficou estacionado em mim, achando que todo mundo vai ser como a minha última péssima experiência?  A…
O passado me ensinou que as pessoas não somem, perdem o interesse. 
O passado me ensinou a não acreditar em um “Estou com saudade” se não vier acompanhado de um “Como faço para te ver?”. 
O passado me ensinou a não me preocupar com coisas que só o tempo pode resolver. 
O passado me ensinou que não tem como um relacionamento dar certo se o orgulho for maior que o próprio sentimento.


siga no Instagram

BORA DESABAFAR...

Em frente a tantas coisas que a vida vai nos levando a viver, chegam determinados momentos que é quase que impossível continuar... sentimos como se o mundo fosse tirado do nosso chão e com isso obrigados a caminhar mesmo sem ter forças e/ou querer... Este ano tenho experimentado viver o silêncio diante das inúmeras situações que têm se apresentado em minha vida, aos inúmeros problemas e dificuldades e as coisas que se encontravam ocultas tem se tornado claras...  Talvez tudo isso seja eu enxergando a vida com um olhar maduro, onde posso limitar-me a apenas observar, rezar e, acima de tudo, SILENCIAR... Hoje tive um momento com Deus e nesse meu momento com Ele exigi, que Ele me fosse sincero e claro, que tudo que ainda se encontrasse oculto que eu precisasse saber que se pusesse às claras... Trinta minutos após meu diálogo com Deus, recebo sem muito esforço o que precisava saber... e isso já era algo que vem há dias... apenas pude perceber que só Deus é sincero com a gente, que expõe o que…