Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Por Elboni

Ultimamente estou tendo um contato mais próximo com as minhas carências e vulnerabilidades. Me sinto como se estivesse gostando mais de abraços e beijinhos do que um dia já disse gostar. E estou até falando beijinho, no diminutivo, pois estou me sentindo confiante para gritar isso nas ruas caso necessário; mas por que gritar nas ruas se posso gritar no teu ouvido? – me pergunto. Vulnerabilidade, talvez essa seja a palavra mais representativa do ano para mim. Aprendi, revivendo algumas tristezas lindas de serem descritas e alegrias novas que não imaginaria viver tão cedo, a lidar com alguns medos meus que eu não sabia que eram tão profundos. A gente sempre acha que, como diz uma velha conhecida nossa, é um medo bobo, uma besteira que já passou, mas ao tirar o lençol e ver o tamanho das nossas profundezas sem a neblina protetora que o nosso coração cria, que pouco sabemos sobre as nossas covardias mais obscuras. Nesta fase de vida, que ando mais carente do que de costume, estou aprende…

Vale muito a pena ler!

Fique com alguém que pense pelo menos como você pensa, que tem planos, que fala de futuro e que saiba pesar a responsabilidade que é estar num relacionamento. Fique com alguém que tranquilize a sua mente, que te prenda apenas dentro de um abraço e que te sufoque com beijos demorados. 
Esteja com quem também quer e gosta de estar com você, alguém que confessa não saber sobre tudo de um relacionamento, mas que está disposto aprender. Fique com quem também ache ruim brigar, gritar e discutir mesmo por motivos relevantes, mas que sente contigo, pegue na sua mão e diga o que incomodou e peça para isso não se repetir. 
Fique ao lado de quem controle o seu ciúme, que demonstre gostar de formas maduras e que não desgaste o relacionamento por bobagens. Fique com alguém que tire a sua roupa e não a sua paz, que acabe com o seu cansaço diário e não com o seu sossego. 
Relacionar-se está cada vez mais difícil, uns usam as desculpas da facilidade em trair por conta das redes sociais, da falta de resp…
Eu gosto de um sexo bem feito. Mas antes de tudo, uma pizza e um vinho bem gelado para esquentar é sempre vindo. E depois tem que ter cafuné e beijo bom. É, tem que ter o beijo bom. Por mais que eu adore uma ousadia na ''primeira'': tapas no corredor entre o quarto e a sala, gemidos alto na mesa da cozinha e no braço do sofá, eu, na ''segunda; terceira ou quarta''; prefiro cafuné, beijo bom e carinho. Sempre fui muito ousado e ao mesmo tempo romântico. Gosto de misturar esses meus dois lados só para não ter discussão dizendo que faltou isso e aquilo. Sou tudo ao mesmo tempo e ao mesmo tempo sou tudo. Não tem pra onde fugir e nem enjoar, aqui é a dose na medida certa. ― Fernando Oliveira.
Senhor, eu sei que tens o melhor pra mim, mas ando desacreditado. As coisas estão saindo do meu controle e eu não consigo enxergar otimismo nos passos incertos que tenho dado.  Eu sei que preciso esperar e confiar, mas você bem sabe o quanto sou impaciente e minha ânsia de querer tudo pra agora me desestabiliza.  Eu sei que preciso firmar os meus pés no chão. Ando apostando em incertezas e deixando de seguir o que realmente acredito. Tenho me cansado desse silêncio que perturba, de chorar e não encontrar resultados e oportunidades que me devolvam a força.  Eu sei que os seus planos são maiores, e que diante de ti os meus problemas são tão pequenos. Mas eu preciso enxergar a luz no fim do túnel. Preciso de um chacoalho que me tire desse tormento todo.  Eu preciso que me devolva o sossego e a vontade de lutar. Tem sido dias difíceis, mas eu vou vencer. Acalma esse meu coração calejado e tira de mim essa negatividade que me puxa pra trás.  Hoje eu só quero colocar as ideias em ordem e repensa…

um ano e seis meses resumidamente...

Fiquei um bom tempo longe de bloggagem, tentando assimilar a vida de outra maneira, tentando enfrentar as diversidades e contratempos, mas vejo que não foi muito fácil não, acabei voltando a vida de desabafos no blog... Os textos anteriores foram meus escapes durante todo o tempo que estive longe, a cada dia era um texto reflexivo pra manter a fé, manter a vontade de viver etc. Foi um ano em que vivi no mais profundo deserto... espiritual, psicológico etc. A gente vai ficando mais velho e as carências vão aumentando, a solidão e melancolia gritam a cada dia mais... Já não sei mais o que fazer pra voltar a ter aquele brilho pela vida, aquela vontade de viver, gana pelas coisas, isso já é passado, perdi esse sentido de viver...  Hoje vivo sem muita expectativa, sem sonhar, sem planejar etc, apenas vivo, até porque não tenho o poder de terminar com isso.  Sem amizades verdadeiras, sem amores etc. Eu ainda não entendo porque mesmo vivendo só o pior do pior, as pessoas ainda insistem em invejar…
Eu sei que você anda tão triste, que a sua vontade é de sumir! Voltar lá atrás e tentar descobrir aonde você errou ou o porque te machucaram tanto assim. 
Sei também que há uma dor te consumindo aos poucos, que os seus dias não tem sido fáceis, que fugir da sua realidade esta sendo o seu melhor remédio, e que não fazer barulho só para que a sua alma descanse em paz tem sido a sua melhor escolha. 
Sei que poucos ou quase ninguém tem te compreendido, que as suas lágrimas estão apertando cada vez mais o seu coração, que aos poucos os seus sentimentos estão se atrofiando, que a sua voz não atende ao seu grito de socorro, e que ficar no seu canto não tão seu tem te tornado ainda mais sozinho(a) e sem direção. 
Eu sei que a sua vida tem sido dura, que os seus sonhos não querem mais nascer, que a pouca esperança que ainda te resta tem te feito respirar apenas quando algum raio de sol bate em sua janela te lembrando que a vida continua. Me desculpe por te dizer todas estas coisas, mas você tem q…
Nada em nossa vida muda se não decidirmos que mudem, e eu estou em uma fase delicada, usando o "to nem ai" pra muita coisa. Ei, eu não disse que estou bem na minha e que nada me abala: quero esclarecer apenas que a tamanha importância que eu dava para certas coisas e pessoas foi se encurtando de acordo com as descobertas que fui fazendo sobre mim. 
Não, eu não sei lidar com superficialidades, eu não sei conviver com gente que não se importa, eu não sei abraçar gente falsa, eu não sei agradar a todos por conveniência, e também não sei dar moral pra quem não tem. 
Aprendi com muita luta mesmo, que, para cuidar de um coração o meu precisa estar bem, e, na maioria das vezes eu permiti que o ferissem, sim, eu permiti, eu deixei pela confiança excessiva que depositei, pelo amor que senti esperando reciprocidade e pelo respeito que dediquei. Seja legal, não seja boba(o). 
Enquanto o tolo se acha esperto, o sábio se afasta e agradece. São as pequenas raposinhas que fazem mal as vinhas …
Ainda que a figueira não floresça, nem haja uvas nas videiras; (...) Todavia, eu me alegrarei no Senhor(...) (Habacuque 3:17,18). É fácil sermos gratos a Deus em tempos bons, é fácil dizermos que Ele é unico quando nada nos aflige, é fácil falarmos do amor dEle quando ninguém esta nos alfinetando, julgando, provocando, é muito fácil sermos de Deus em tempos de Paz. Dificil mesmo, é continuarmos acreditando, exaltando, confiando em tempos de guerra, quando o teto começa a ruir, quando aqueles que julgávamos ser nossos amigos se viram contra nós, quando as coisas parecem tomar rumos diferentes e a gente se encontre em um beco sem saída. Quando eu digo que Ele sabe o que faz, é porque os feitos dEle em nossa vida não são como nós planejamos, as coisas não acontecem como nós esperamos e muitas vezes aceitar a vontade dEle é quase que um desafio, por criarmos tantas expectativas e acharmos que Ele é obrigado a nos atender. Quando o profeta disse estas palavras, ele deixou claro que ainda …
E seu coração vai agradecendo a Deus por tudo, não porque as coisas estão fáceis, mas porque você está vencendo todas as coisas. Graças a Ele pelas lutas, pelas dores, pelo tempo, mais grato serei por sobreviver a tudo isso, eu ainda estou de pé. A luta tá difícil, mas a gente vai vencendo. O tempo é doloroso, mas a gente vai vencendo. O gigante é muito grande, mas a gente vai vencendo. As batalhas são difíceis, mas a gente vai vencendo. O deserto é muito grande, mas a gente vai vencendo. Com o tempo a gente aprende que as murmurações nos faz retroceder e o agradecimento nos faz avançar. Não é fácil agradecer pela luta, mas a gente tem que enxergar as coisas com mais fé e menos dúvida, porque se olharmos para as circunstâncias teremos temor, mas se olharmos para o nosso Deus nos confortaremos com a sua fidelidade que jamais mudará. A palavra tem poder, e quando a lançamos com murmúrios, reclamações e dúvidas atraímos para nós sentimentos ruins, mas quando colocamos a fé sobre as circu…

Somos todos carentes

Eu não sei porque você se esconde... Se não é segredo pra ninguém que precisamos um do outro. Eu não sei porque você me diz que sarou, quando todo mundo vê que ainda dói... Eu só vim deixar claro que comigo você não precisa fingir mais. Que aqui você está em casa, e nossos nossos abraços não haverão espinhos. Que Deus não me mandou pra ser anjo de todos, mas você está em primeiro na minha lista... E que agora você não precisa desviar os olhos quando alguém falar de amor. Pois somos todos carentes, toda alma carece de algo... Mesmo aquela que não diz. Mas a sua me disse aquele dia, e eu nunca mais esqueci a voz dela. "A VOZ DELA" -Bom Dia e como disse John Mayer: "-Se você quer mais amor, por que apenas não diz? Apenas diga..." 🍷🍷🍷✡🔥♥🔥✡🍷🍷🍷 -Gosxxxtou?! Então, comenta, compartilha e marque um amigo. Assim você ajuda quem precisa ler essa mensagem e faz a página crescer! | ✡ יהונתן ✡ יהוה ✡ ישראל ✡ 🎓 ► GRUPO OFICIAL ➜ #JOWNISMO
👍 ► Siga o Perfil ➜ Jonatas Franç…
A vida a todo momento tenta nos derrubar no chão, nos aponta os nossos sonhos e em seguida nos diz que não conseguiremos. E muitas vezes nós tomamos essa negativa como verdade. Dizemos: "você tem razão, vida. Eu não conseguirei." Quantas vezes você já se viu deitado no chão ou simplesmente olhando para o teto sem encontrar uma solução para a sua vida? Muitas vezes nós potencializamos os obstáculos e desistimos por acreditarmos que somos pequenos demais para enfrentá-los. Quisera que tivéssemos a mesma coragem de Davi que enfrentou Golias. Ou a mesma fé de Abraão que apesar de todas as adversidades continuou a seguir ao Senhor. Mas não somos tão corajosos e nossa fé não é tão firme. Por isso desistimos, enterramos nossos talentos, deixamos nossos sonhos pela metade. A desistência no primeiro momento é a melhor escolha. Só que lá na frente, a mesma que vida que disse que você não conseguiria irá te chamar de fraco. A vida é impiedosa demais. Um pouco carrasca também. Hoje eu olhe…