Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Meu quarto...

Nunca falei do meu quarto.. aliás meu quarto é minha casa, meu mundo, onde me encontro e desencontro...  Pois é, dificil assumir isso, mas minha vida se resumi nisso MEU QUARTO, vivo no meu quarto dia todo, noite toda, tarde toda, segunda a sexta, sabado e domingo tambem... Almoço, durmo, vejo meus filmes, escrevo, choro rio etc. è um tanto bagunçado, mas é meu lugar... onde me cabe, onde nao atrapalho ninguem, alias... ate no meu quarto atrapalho... hoje menos, mas antes já nao tanto...  Fico me questionando porque fiz do meu quarto meu mundo, ou se la seja meu esconderijo... tipo batcaverna sabe...  Chego, as vezes, a conclusao que nao, e as vezes que sim, mas creio que meu quarto ta mais pra meu refugio ou onde meus medos ficam la e de la nao saem por nada... assim sou eu... com meu quarto... la fica e nao sai por nada... Algumas pessoas perguntam se eu conseguiria morar/viver sozinho... Bom ja vivo... so questao de espaço! Não sei viver sem o meu quarto...

VIVA A SOLIDÃ!O!

Sabe aquelas fases da vida que você torce pra ficar sozinho no seu canto, no seu mundo, por mais que eu queira ou quisesse, um amor pra vida toda, mas atualmente a vontade unica que tenho é a de ficar sozinho, quietinho no meu canto... so observando a vida... pedir pro mundo dar uma parada, pois preciso descer por um instante e descansar... Descansar de mim, dos pensamentos, dos sentimentos, das vontades, dos desejos, do sonhos e da falta deles. Aquele sentimento em que voce está no meio de muitos e mesmo assim se sentir como a pior pessoa do mundo, o menor ser de todos... as vezes ansiar por querer conversar e mesmo assim nao querer ate porque nao tem quem te entenderia... Solidão é muito mais do que estar sozinho, é um estado de espírito.. Acho que me perdi la atras de todos e hoje nao consigo alcançar ninguem...
Sentido-me extramente solitário!!

Vinte um anos idos...

Estou em rolando para escrever esse post ja ha uns 03 meses...
Sempre fui um menino muito religioso... religioso no sentido de ir à igreja, cumprir minhas obrigações, assumir inúmeras responsabilidades, formar opiniões... desde meus tres anos de idade (ao menos que me lembre) minha mae sempre me levou às missas, nao faltava um domingo, era uma obrigaçao, e atraves dessa obrigaçao acabei pondo gosto e adentrei em determinados assuntos, quando tinha 13 anos de idade devido a um fato que me aconteceu, meio que minha mae obrigou a ir a grupos de jovens, ja que meu irmão mais velho sempre ia, fui a um encontro lembro como se fosse hoje em 03 e 10 de julho de 1993 chamado Seminário de Vida no Espírito Santo do movimento da RCC (Renovação Carismática Católica) e no sabado da frente fui ao 6º Hallel em Franca/SP - lembro que me encantei/apaixonei pela minha igreja que até entao conhecia somente as missas, vi momentos fervorosos de oraçao, músicas de diversos estilos, senti-me em casa, dai come…