segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Liberdade...

Tentando achar um termo plausível pra definir LIBERDADE, palavra tao complexa, tao redundante as vezes e tao justa em outras.
Procurando na internet achei:
"Liberdade, em filosofia, pode ser compreendida tanto negativa quanto positivamente. Sob a primeira perspectiva denota a ausência de submissão, servidão e de determinação; isto é, qualifica a independência do ser humano. Na segunda, liberdade é a autonomia e a espontaneidade de um sujeito racional; elemento qualificador e constituidor da condição dos comportamentos humanos voluntários."
Olhando assim da pra nos encontrar em nosso momento de liberdade ou mesmo nao...
Hoje tentando pensar em como seria uma verdadeira liberdade na vida, percebi que essa liberdade por mais que nos achemos livres ou nos sintamos como tal, na verdade nao passa de presepaçao, de engano, de erro ou seja la como cada um pode identificar com isso.
Somos livres, as vezes, pra pensar, querer, sonhar desejar, ter, perder, jogar fora, desdenhar etc. porem essa liberdade é uma liberdade incompleta, limitada. Nao somos livres, nos fazemos de livres porém somos presos a valores, situaçoes, momentos, sentimentos etc.
Descobri hoje que por mais que eu morasse sozinho, nao seria livre, por mais que tivesse autonomia de meus atos nao seria livre, tudo gera consequencia, tudo nos leva a outra situaçao, as vezes a nossa liberdade gera prisao a outrem, ou nossa prisao gera liberdade e assim por adiante.
As pessoas dao valores pra tanta coisa atualmente porem nao dao valores as minucias que a vida nos impoe, ou mesmo nao nos damos o devido valor a nossa liberdade/prisao em que vivemos.
Todos nós vivemos de fatos, acontecimentos que de uma forma ou de outra, nos levam a encarar nossa realidade.
Hoje percebi que sou um cara preso, isso mesmo, super preso, nao possuo privacidade, nao possuo liberdade de fazer tudo o que quero, penso ou tudo o que um dia sonhei... E o pior de tudo, estou preso em uma prisao sem grades. Onde as regras sao ditadas pela sociedade e voce por ser um prisioneiro acaba por ter que segui-las as vezes bem mais que se voce estivesse um real prisao. 
Bateu-me uma vontade de ser livre, livre, livre como o ar, os passaros, livre pra seguir, pra voltar, pra parar, sentir, chorar, rir, silenciar... Livre pra escolher, livre pra ser ou nao ser, livre pra somar ou pra deixar de ser, subtrair, esquecer, livre pra amar, pra odiar, pra gostar, Eu quero simplesmente ser livre mediante aos problemas e dificuldades, as alegrias, aos amigos e inimigos, LIVREEEEEEEEEEEEE!!!!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Hoje uma pessoa que tenho grande apreço me enviou uma mensagem me desejando um bom final de semana e perguntando como eu estou... Categoricamente respondi que "vou indo em meio a uma grande crise de solidão". com isso replicou: "Crise de solidao por quÊ??" Essas perguntas me arrepiam, pois nao sei se devo ser sincero ou dar uma desculpa esfarrada pra tentar tapar o buraco feito ao dizer que estou em crise. Mas a sinceridade ainda eh algo muito presente em mim e acabei respondendo "Vivo sem amigos, sozinho, sem muito o que fazer nem com quem fazer!" o que ja nao bastasse retornou dizendo: "Isso é porque voce se isola, vai curtir a vida..." Fácil falar quando nao é consigo, quando a vida nao lhe apresenta certas situaçoes, completei dizendo: "Nao me isolo, apenas deixo de ser incomodo ou peso, é muito injusto com as pessoas a minha volta. Apenas deixei de mendigar amor, carinho, atençao e a presença das pessoas. Kem preza pela amizade sempre irá estar junto, pois sempre vai até quem keremos proximos da gente, eu so desisti de fazer isso pois me apego muito facil e as pessoas hj em dia só kerem ser ajudadas". Nao bastando ele repondeu-me: " O ser humano é assim e sempre foi, e voce (eu) preciso tirar proveito disso".  Como nunca deixo algo sem explicaçao, continuei: " Nao dá, nao é da minha personalidade esse aproveitar, mas td bem, fazer o que?, tenho que encarar de frente e sozinho meus problemas, minhas dificuldades, essa solidao entranhada em meu ser". Depois acabei pedindo desculpas por ter incomodado com o que escrevi.
Com isso, estou aqui agora pensando um pouco em minha vida, nas coisas atuais que estao me acontecendo, me deixando um tanto confuso, sem muit vontade, desejo, gana de viver... sem ânimo, sem ânimo pra fazer as mais simples coisas da vida.
Tenho percebido que venho perdendo constantemente o valor que minha vida tem, ou deveria ter, perdido a vontade de lutar, de enfrentar... so tenho tido vontade de desistir, fugir, de nao kerer nada, nao sonhar etc. Tamanha a frustração em que se encontra meu coraçao.
Parece que quando nasci Deus me pos na fila do sofrimento, da infelicidade, da nao realizaçao pessoal por umas trocentas vezes, com isso vai sufocando tudo o que sou, ou tudo que desejei um dia ser/ter. Parece que tudo que vou fazer na minha situaçao se torna 10x mais dificeis, mais complicada..Estou cansado dessa vida, cansado de me apegar as pessoas erradas, cansado de sonhar, sonhar, querer, lutar e no fim terminar com um grande perdedor... Acho que essa é a palavra que me define bem PERDEDOR, ultimamente é o unico sentimento que meu coraçao guarda.

Só queria sossegar um pouco a alma... so um poukinho...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

DECISÕES...

Venho percebendo uma grande necessidade em tomar decisões; decisões que, de certa forma, mudam vidas valores, situaçoes, sonhos, vontades, caminhos, metas etc. Sei que muitas vezes as decisões acabam por nos mutilar, faz-nos perder um pouco de nossa essencia em busca da nossa real essência.
Decisoes nos levam a afastar de pessoas que tanto queremos perto, decisoes nos levam a aproximar de pessoas que queremos bem longe, decisoes transformam a alma, o coraçao, as atitudes. Decisões rompe barreiras e estigmas, decisoes quebram paradigmas, decisoes o próprio nome ja no remete a cisões, a rompimento de algo entre duas partes, ou mesmo uma parte que se transforma em duas.
Tenho tomado decisões que tem mudado minha vida pessoal, social, sentimental, espiritual e até psicológica, decisoes que ha tempos preciso tomar, ou decisões que surgem do nada como único meio de se prosseguir a vida.
As decisoes somente cada um tem o poder e autoridade de toma-las sobre sua própria vida, as pessoas podem até ver, serem atingidas, mas quem as toma somos somente nós em meio a nossa pequenez, nossa limitação. 
Hoje tenho decidido deixar tanta coisa de lado, amigos, sentimentos, pessoas, situaçoes, medos, vontades e por ai vai, sei que um dia posso me arrepender, porém é o que temos pra hoje... Hão decisões que cortam o coração, pois a real vontade seria o oposto, mas para sofrer menos do que já estou, as vezes é preferivel traçar outro caminho, de forma oposta.
Às vezes pensamos que as decisões  nos farão felizes, porém nem sempre o caminho de uma decisao tomada é  nos levar a felicidade, dura realidade que a vida insiste em nos impor, porém é algo em que precisamos perceber e estar prontos a arcar com toda e qualquer consequencia tomada...
É triste e ao mesmo tempo alegre dizer isso:  EU ME DECIDI!!!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Estava tentando dizer como estou hoje, mas nao havia encontrado palavras pra me expressar, ate que há pouco li um post no facebook, ai nao deu, me encantei pois resumia o que pretendia dizer:

Só que aí eu acabei mudando. E foi mudança aos poucos, porque até hoje me dou conta de coisas minhas que já não estão mais lá e, quem roubou, eu jamais vou saber. O sorriso mudou e a vontade de sorrir pra qualquer pessoa também, graças a Deus. Foi por sorrir tanto de graça que eu paguei tão caro por todas as coisas que me aconteceram. Às vezes me pego olhando ao meu redor e vendo tanta menina parecida comigo. Tanto sentimento gritando de bocas caladas e escorrendo de peles secas. Tanta coisa acontece com a gente. Tanta gente passa pela gente, mas tão pouca gente realmente fica. E eu sei que, talvez, eu tivesse que ficar triste. Talvez eu tivesse que continuar secando lágrimas, abraçando o vento e rindo no vácuo, mas o fato é que eu não consigo. Eu não consigo mais ser triste só para mostrar que um dia eu fui - ou achei que tivesse sido - feliz. Aprendi com os meus próprios erros que sofrer não torna mais poético, chorar não deixa mais aliviado e implorar não traz ninguém de volta. Aprendi também que por mais que você queira muito alguém, ninguém vale tanto a pena a ponto de você deixar de se querer. Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas. E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar.”

Planos 2013

Para este ano tenho alguns planos engatilhados, pra tentar ter um foco, e alcançar metas e objetivos tipo:
Ir na JMJ 2013
Namorar*
Tirar CNH
Fazer amigos
Continuar a faculdade
Estágios do curso da faculdade
Deixar algumas coisas...


*falo namorar, pois ja que várias pessoas insistem em dizer por ai que eu esteja namorando, porem ainda nao estou.

Que Deus me ajudo a conquistar no minimo 50% dessas metas.

Nuances da vida...

Hoje fiz uma experiencia diferente de ficar um pouco sem acessar a net, claro q foi por nao ter muita escolha, estava cego devido a um exame oftalmico que fiz logo de manha que dilata a pupila e com isso deixa a gente um pouco cego em algunmas circunstancias, principalmente em frente ao pc.
Com isso, aproveitei pra rezar um pouco, descansar, pensar, por os parafusos nos eixos. E fiz uma decisão de que essa quaresma vivencia-la-ei com esmero, rezar, ir a missa, jejuar, confessar,  tentar ouvir Deus mediante algumas afliçoes e momentos que venho vivenciando e preciso tomar um rumo... Já basta de tanto sofrimento, tantas fugas que já nao dá mais pra correr delas neh...
Tenho muitos desejos, muitos planos em meu coraçao, porem antes de me precipitar em pô-los em prática. Pra isso estou tentando ouvir a voz de Deus no meu mais intimo, desvendando os sinais, pois as minucias sao os que mais nos dizem as coisas de Deus.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Amizades... solidão...

Há epocas em minha vida que nao sei como explicar, de repente olho pros lados e me deparo comigo mesmo, sem ninguem pra conversar, pra partilhar, rir, chorar, brincar... PArece que nos momentos em que mais necessito de um amigo, esse amigo desaparece de vez!! ai a carencia sobe ainda mais me deixando paranóico.
Essa semana com minha resoluçao de ficar em casa, ate porque se saisse nao mudaria em nada, percebi que por mais que faça amizades, os amigos sao passageiros. Sinto muita falta de um amigo... de um parceiro de ideias, de pensamentos, alguem pra brigar comigo rs, sinto falta de uma mensagem no celular, de um telefonema... 
Às vezes as pessoas nos vêem como fortes, destemidos, autivos... mas nada verdade so aparento uma onça, mas no fundo nao passo de um gatinho inofensivo, muito mais carentes do que as pessoas imaginam, muito mais necessitado de estar, do que ser... e as vezes as pessoas nos olham como alguém que é, e na verdade por tudo que sou ou fui, acabo nao sendo nada nem ninguem. 
Fico tentando perceber, averiguar onde está meu erro, será que eu que afasto as pessoas de mim, ou pelo simples fato de ser imperfeito isso afasta as pessoas a minha volta.
Tem dia que puxo assunto no msn ou no facebook, somente pra me sentir menos sozinho... Emily Dickinson disse em uma de suas frases que A amizade é todo patrimonio de uma pessoa, acabo de ver que to ferrado, sou literalmente pobre: material, psicologica, e de amizades... Procurei inumeras mensagens pra tentar explicitar o que se passa comigo, mas as mensagens de amizades sao tao positivas, sao tao plenas, que em modo algum poderia usar, pois jamais nao iria explicitar o que pretendo.
Quanta solidão... quantos sentimentos internos que supitam em mim hoje, quantas vontades, quantos nós na garganta... 
Essa semana assisti o filme TED, imagina um filme daquele me abalar emocionalmente, isso pra ver o nivel em que estou de solidao...ou entao preciso de um namoro...

VErgonha

Vergonha é uma condição psicológica e uma forma de controle religioso, político, judicial e social, consistindo de idéias, estados emocionais, estados fisiológicos e um conjunto de comportamentos, induzidos pelo conhecimento ou consciência de desonra, desgraça ou condenação. O terapeuta John Bradshaw conceitua a vergonha como a "emoção que nos deixa saber que somos finitos". 
Essas palavras acima sao tiradas do Wikipédia, Às vezes um pouco complexa pro nosso simples entendimento né, mas a vergonha que quero referenciar nesse momento, é aquela que temos de alguem, sabe quando temos vergonha de um familiar, de alguem nos ver com determinadas pessoas, ou determinados lugares...
Eu assumo que tenho sim uma certa vergonha, mas nao uma vergonha ruim onde com essa vergonha acabamos ferindo outrem.
Conheço uma pessoa, prefiro nao dizer seu nome, vai que ela lê meu blog neh, que possui uma vergonha doentia de sua casa de sua família, de sua mae, ja em varias situações essa pessoa demonstrou claramente que tem vergonha que suas namoradas venha conhecer sua família, sua casa, sua mae, talvez por ser pessoas simples, pessoas que não sao de porte financeiro, mas sao pessoas de bem, pessoas que lutaram e lutam pra sobreviver diariamente, e a cada dia que vejo tal atitude dessa pessoa, dá um dó da mãe do camarada, pois é visivel que essa atitude fere o coraçaozinho dela. Já a vi contando as façanhas do filho com lagrimas nos olhos de coração partido, o que acaba me partindo tambem neh... 
Fico tentando entender de onde saiu esse sentimento de superioridade, onde sua familia para os seus amigos, namoradas etc nao passa de um empecilho na vida dele, ou uma vergonha. A pessoa vive como se a família fosse uma pedra em sua vida, ou entao como senao pertencesse a esse mundo. 
É constrangedor isso, pra não dizer triste, tenho pena de uma pessoa assim, pois como mesmo a mae diz: Aqui se faz, aqui se paga. Tudo que plantamos nesse mundo acabamos por colher aqui mesmo.
Se hoje ele despreza sua família, sua mae em especifico, ate porque os demais nao faz diferença, um dia seus filhos podem fazer o mesmo ou pior com ele...

Carnaval 2013

Esse ano como nesses quatro ultimos anos optei por fazer meu carnaval de forma bem diferenciada, em 2010 e 2011 fui pra Orlandia em alguns dias, em 2012 e este ano fiquei em casa, mal sai no portao pra ver o movimento da rua. Acho que estou ficando velho, ou sei lá. Como todos os anos a RCC faz o retiro de carnaval desde meus 14 anos sempre ia, sempre mesmo, sempre me envolve na montagem, nas idealizaçoes etc. sempre de forma muito bem ativa mesmo, de uns tempos pra cá esse ativismo nao tenho podido muito devido algumas divergencias de ideias, posturas e por ai vai, mas pelos comentarios facebookiano foi muito bom como sempre, até porque é DEus quem faz acontecer. Muitos ja me questionaram por que nao keria ir ao encontro, teria muitas justificativas, porém prefiro guarda-las todas em meu coraçao, pois DEus sabe muito bem o motivo, alias os vários motivos que achei melhor nao ir, mas mediante a isso, fiz meu retiro pessoal junto a Cançao Nova, ouvindo as pregaçoes, oraçoes, missas etc. que saudades me deu dos meus 15 a 24 anos em que meu carnaval era todo de Deus, todo trabalhando, sonhando, realizando em DEus... Com isso, ja me intimei como meta em ir em 2014 no carnaval na Cançao Nova, mesmo que sozinho, de onibus de linha como ja fiz uma vez e passar la esses dias de carnaval na presença de DEus, reabastecendo a alma. 
Hoje eu lembrava de tantas peripecias que ja vivenciei nos retiros de carnaval de minha vida, quantos momentos de oraçao que participei, que ajudei a conduzi, e pra nao ser piegas acabei me deparando com o último em que realmente estive intensamente ligado, trabalhando, ajudando que foi o de 2004, foi o melhor  retiro de minha vida e ao mesmo tempo o pior, vive o amor de DEus de uma forma tao intensa nakeles 4/5 dias que estivemos envolvidos, lembro como se fosse hoje, cada pregaçao, cada testemunho, cada oraçao, cada momento ali vivenciado, onde Deus reinou em meu coraçao, acho que ele estava me preparando pelo porvir... Lembro que no final um grupo de pessoas vieram agradecer-me pelo retiro, por tudo que ajudei-as a vivenciar, lembro que naquele ano uma amiga blogueira(Laine) estava passando o bastao rsrsrs de um das equipes de trabalho (GINCANA), quantas coisa passamos nessa equipe de trabalho, quanto coisa aprendi, amadureci, lembro das broncas que ela me dava rsrsrs, lembro dos feitos realizados pela gincana, a quebra de inimizades, aproximaçao dos jovens entre si, por mais que era uma disputa, era algo muito bom de ser vivido, viviamos um amor limpido, lembro-me que no ano de 2004 a coordenaçao do retiro havia dito que nao queria mais a gincana, mas devido ao esforço de uma amiga, eles acabaram relevando e dando esse trabalho, por minha sorte, nao imaginava que seria meu ultimo momento ativamente... nos anos posteriores ate fui, mas menos envolvido ate deixar de vez... Esses dias ainda escutei de umas pessoas ai que eu nao iria por eu nao estar na coordenação entre outras coisas, mas acho que estao um tanto enganadas pois nunca coordenei nem tive essa pretençao, DEus me livre... mas meus motivos todos de nao ir sao meramente pessoais. 
Mas o carnval acabou, como diz o ditado, o carnaval acabou agora começa o ano, pra mim o ano começou ja faz tempo, ja to atolado de coisas, trabalhos ja quero ate ferias deste ano, mas tudo bem. 
Cada ano que passo percebo que o carnaval tem pra mim, perdido seu devido valor e brilho, antigamente ja em dezembro começavamos a especular, o que fazer, pensar, bolar, sonhar etc mas agora, carnaval pra mim é mais uma data no ano, de feriado prolongado pra descansar, e olha que aproveitem, pois nao teremos mais feriados tao cedo viu... O carnaval que antes era vivido tao intensamente, hoje virou segundo plano, nao faz muita diferença pra mim nao...
Muitas pessoas passam o ano inteiro esperando por tal festança, eu pra mim carnaval perdeu aquela graça de antes, nao me preparo pra nada, talvez este ano volte a me preparar pra que eu consiga ir pra Cachoeira Paulista, mas se nao der tambem, nao faz a minima diferença!!!

Mais um carnaval se foi... E vamos que vamos pois o ano so está começando hein...