Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Como sao as coisas...

Foi escrita ha um tempo e nao havia postado...


Hoje amanheci, jururu, bem pra baixo sabe... Sabe aqueles dias q voce quer ficar deitado o dia todo quieto num canto, de preferencia no quarto em sua cama... esse dia seria hj... Isso mesmo, seria, pois nada na minha vida é como gostaria que fosse. Sempre com mudanças de planos por vontades alheias... Fui no inglês e tive que compartilhar minha aula, pois a professora marcou outra aluna no mesmo horário e esqueceu de avisá-la... alias acordei com minha mae enchendo a paciencia... fui na igreja pra tirar uma bendita foto pro jornal e nao apareceu ninguem...Agora entrei no msn e de repente uma pessoa começou a tc comigo, comentou da minha frase, isso porquê nao tinha a intenção de provocar conversa, muito pelo contrário, e nao é que a conversa rendeu uns 30min, e foi como um desassossego pra alma... nunca tinha conversado com o carinha, quase deletei seu msn essa semana, em uma loucura que me deu em limpar msn e orkut, mas o dele permaneci.…
BULLYING: Palavra estranha , mas c/significado de algo já conhecido. Vem do inglês e quer dizer "AMEDRONTAR" . Refere-se a atitudes ameaçadoras q. por meio de agressões físicas ou verbais e q. podem impedir o desenvolvimento FISICO e EMOCIONAL saudável. È a gressão física ou emocional que seja praticada contra uma criança. É o que ocorre com freqüência tendo como alvo aquela cça magrinha que passa a ser denominada “palito”, a alta que vira a “girafa”, o obeso que passa a ser conhecido como “baleia”, o de óculos que se transforma no “quatro olho” assim como o “vesgo”, o “barrigudo” , t ambém é muito comum em crianças Hiperativas Se demonstrarem aborrecimento, então é pior, a carga é maior e se perpetua pelo simples prazer de saber que o alvo foi atingido. Outras ações também podem estar relacionadas ao BULLYING, além de colocar apelidos, gozar, ridicularizar, expor a situação vexatória. Caracterizam-se por excluir, isolar, intimidar, dominar e ofender. E nao acontece apenas c…

Poderia ser eu...

A cada dia que passa nossa sociedade está aterrorizante, para um público seleto no nosso país... Estou indignado, triste, com medo, com raiva etc... Esta última semana nao foi muito boa para o meio gltbs(gays, lésbicas, transexuais, bissexuais e simpatizantes). Vejam:


• Segunda(15/11) houve no Rio de janeiro a Parada Gay e logo após a Parada, um policial atirou em um jovem em sua barriga, simplesmente por ele ser homossexual (http://www.estadao.com.br/noticias/geral,jovem-agredido-apos-parada-gay-no-rio-recebe-alta,640387,0.htm)

• Na manhã do dia 14, 05 jovens agridem um jovem gay que estava voltando para sua casa com mais dois amigos da balada, sem mais nem menos o jovem chegou agredindo-o com uma lampada fluorescente, causando inumeros ferimentos no rosto do jovem homossexual. Ainda o sacana em seu depoimento disse com todas as letras que bateram no jovem por ele ser homossexual...

Estou horrorizado com tamanha... nao tem nem palavra pra dizer, tamanha crueldade, tamanho desrespeit…
Ultimamente tenho falado demais, aliás escrito... as palavras borbulham em minha cabeça e nao consigo conter, tenho que por pra fora, já que nao tenho ninguem pra escutar, se bem que mesmo tendo nao diria, devido a minha introspecção... Com isso, ontem fiquei pensando e refletindo quem eu sou... e cheguei a reconhecer que nada sou... nada tenho, nada posso... é uma constancia em minha vida. Viver sonhos irrealizaveis... querer coisas que nao posso alcançar ou ter... Percebi que cheguei aos 30 anos como um zé ninguém, nao sou nada academicamente... vivo uma solidão inmensurável, sem amigos... famílias... tem hora que penso que a minha sina é ser só eu e eu e mais ninguém, as pessoas apenas passam, nunca ficam e com isso eu vou ficando sozinho... Queria que tudo isso fosse um pouco diferente, ter pessoas amigas do meu lado, alguém para amar e cuidar e ser cuidado, muito mais cuidado do que cuidar. Ser feliz, ou ter momentos de felicidades, pois nem isso possuo... Questiono-me como consegui…
Creio que um dos maiores erros do ser humano atual é tentar se enquadrar nos padrões previstos pela sociedade. Todos somos diferentes em algo e viva a essa diferença!!! Eu não sou igual a ninguém mas já tive muitos problemas por isso até mesmo porque o diferente, o desconhecido ainda é mal visto.

Queer as Folk ... eu indico

Tenho falado muito sobre as séries que venho assistindo, já assisti inúmeras e estou agora vendo a 2ª temporada de Glee e juntamente a 4ª temporada de Queer as Folk... quem nunca viu é muito boa, é de temática gls e conta um pouco da vida dos gls, de como vivem nesse mundo cheio de preconceitos, claro que tem alguns exageros, mas em 90% do seriado é a nossa realidade: sofremos muito devido ao pré-conceito social... vai ai minha dica. Assistam, baixem-na na internet é de tirar o chapéu, fora que os personagens dao um banho de interpretação e na vida real nem um deles sao homos...


Queer as Folk é o nome de duas séries televisivas dramáticas de sucesso, criadas por Russell T. Davies. O título é uma paródia com uma expressão inglesa: “ninguém é tão estranho como nós” (”nobody is so weird as folk”), com “ninguém é tão bicha como nós” (”nobody is so queer as folk”). A série original começou a ser produzida em 1999 pela Red Production Company para o canal “Channel 4? britânico. Contava os con…

Acontecem...

Acidentes acontecem, e como acontecem, tenho percebido ultimamente que tenho sido espectador de inúmeras, será um aviso que logo será comigo, ou entao que devo ajudar mais o próximo... ah sei lá!! Hoje ao ir pra recepçao do meu serviço, pois trabalho no 1º andar na sala de cadastro, e cubro a ausencia dos da recepção, de todos... e por falar estou na recepção neste exato momento, sou meio que macaco gordo do setor, sei de tudo, tudo tentam me envolver, até hoje nao entendo o motivo... mas voltando, quando estava em uma dessas mudanças chegando o que vejo um acidente de moto, uma moto entrou na trazeira de uma brasília azul e nao amarela, por sorte nao aconteceu nada grava, apenas furou o pneu da brasilia e o cara lesionou o braço, mas nada que uma pomada anti-inflamatória nao resolva, mas o meu abismar com isso, é que essa cena tem ocorrido com muita frequencia aqui em frente, uns falam que imprudencia do motorista, outros jogam a culpa no motoqueiro que vive a correr, mas ninguem olha…

Vamos cantar um poukin

Humano demais



Eu fico tentando compreender
o que nos teus olhos pôde ver
Aquela mulher na multidão
Que já condenada acreditou
Que ainda havia o que fazer
que ainda restara algum valor
E ao se prender em teu olhar
por certo haveria de vencer


E assim fizeste a vida retornar aos olhos dela
E quem antes condenava se percebe pecador
Teu amor desconcertante
força que conserta o mundo
Eu confesso não saber compreender


Sou humano demais pra compreender
humano demais pra entender
Este jeito que escolheste de amar quem não merece
Sou humano demais pra compreender
humano demais pra entender
Que aqueles que escolheste e tomaste pela mão
Geralmente eu não os quero do meu lado


Eu fico surpreso ao ver-te assim
trocando os santos por Zaqueu
E tantos doutores por Simão
alguns sacerdotes por Mateus
E, mesmo na cruz, em meio a dor
Um gesto revela quem tu és
Te tomas amigo do ladrão
só pra lhe roubar o coração


E assim foste o contrário, o avesso do avesso
E por mais que eu me esforce
Não sei bem se te conheço
Tu enxergas o profundo, Eu…

Insônia...

Vivo esse mal, constantemente, devido a depressao crônica sempre dá essas esquisitices, nao durmo direito desde quinta passada, se durmo umas 2 horas é muito... não aguento mais... Tenho depressão cronica e quimicamente, o corpo nao produz lítio adequadamente, ai preciso repô-lo... Mas hoje conseguir durmir 1h30 +/-. e parece que dormir bem, até o momento de alguém vir me atazanar, pois quando estou nessa fase fico muito sensivel. Com tudo aflorado, mas tudo mesmo... nao pode nem relar, o corpo dói, dói de dor mesmo sabe... ontem nem fui ao ensaio devido ao trabalho e a instabilidade, é melhor ficar quieto nessas horas... muito quieto, mais do que já sou/estou...

Eu procuro/busco você

Ao me cair o Céu me ouve agora, Estou perdida sem razão depois de me entregar por inteira.
As tempestades de Inverno vieram e escureceram meu sol, depois de tudo que passei a quem posso me voltar?

Eu procuro você (2x)

Depois que toda a minha força se acaba é em você que posso ser forte

Eu procuro você (2x)

E quando as melodias se acabam é em você que ouço uma canção, eu busco você

Depois que perco a respiração não há mais motivo pra lutar, não há mais pensamentos de se reerguer. Procurando por aquela porta aberta. E cada caminho que tomei, levou-me ao desgosto. E não sei se irei fazer algo a nao ser levantar a minha cabeça

Eu procuro você


(Ponte)

O meu amor foi todo destruído (oh Senhor)

As minhas paredes caíram sobre mim

Caindo sobre mim (a chuva está caindo)



A chuva está caindo

A derrota está chamando (me liberte)

Preciso de você para me libertar

Leve-me para longe da batalha

Preciso de você para brilhar sobre mim



(Coro)

Eu procuro você

Eu procuro você

Depois que toda a minha força …

I look for/to you!!!

Sou tradutor, quase formado, tive que trancar matrículas devido a problemas financeiros, mas amante da tradução e faço ainda alguns bicos com traduçao, e essa semana recebi o pedido para fazer a tradução de uma música da Whitney Houston "I look to you!!" e por coincidencia essa foi uma das músicas do Glee, do 4º episódio, onde o pai de Kurt está em coma e Mercedes sua amiga canta esta canção para animá-lo... já era apaixonado por Whitney, agora sou ainda mais... como um bom tradutor antes de pormos a mao na tradução e começar a traduzir, precisamos pesquisar, saber a história do cantor, o motivo pelo qual ele escreveu a música, a intenção, para quem e assim por diante... e todos ao ouvirem essa música pensam em uma música romantica, de amor e tal, pasmem!!! é uma oração que ela faz a Deus em um momento de muita dor pra ela, onde está enfiada nas drogas e nao sabe como sair dessa vida... e diante de tudo que acontece... perda dos amigos, da família, carreira... ela escreve ca…

Só quem já viveu sabe como é...

Tem certas coisas na vida que só quem já viveu ou vive sabe explicar. Há situações que nem as explicações conseguem se justificar aos efeitos que algumas atitudes causam.
Creio que deva ter lido nos jornais ou ouvido nos tele-jornais(agora eh separado) sobre bullyings. Palavra inglesa que tenta descrever a violencia física e psicologica intencionais e repetidas com o objetivo de intimidar ou agredir outro individuo que nao seja capaz de se defender, que pode ocorrer na escola, faculdade, trabalho etc.
Quanodo criança fui cometido por várias vezes por essa atitude, em varias situações ate mesmo dentro de casa e na igreja... Hoje vejo que fui forte em ter suportado algumas determinadas situações, algumas atitudes de pré conceitos que tive que enfrentar. Pessoas que se sentem maiores que as outras tentam intimidar pelo simples fato de alimentar o seu ego. Na escola recebia inumeros apelidos pelos moleques das turmas, ainda mais por ser diferente, gostar de estudar e sempre tirar notas bo…

As pessoas pensam...

Estou mais uma vez vivendo aquela fase de solidao, de repente olho pros lados e cade todo mundo???
Cadê os amigos, aqueles que diziam que aconteça o que acontecer estarao do nosso lado... Simplesmente sumiram... todos!!! ate os alternativos...
Um dia desses um disse que sou forte, que consigo lidar com situações dificeis... engano dele... sou tão fragil como uma pétala de rosa branca ao sol... sozinho nao sou nada e ninguem... acho que minha maior doença é essa ser apegado ao humano, as pessoas e as pessoas nao serem a mim...
Olho no espelho e vejo uma pessoa de 30 anos com alma de 60... passei por tantas dores, por tantas dificuldades, tive que me amadurecer antes de todos... Cade todo mundoooooooooooooooooooo!!!

Saudades do que nunca tive...

Demoro para aparecer, mas quando aparecço também... só lágrimas que corre...

Semana passada vi uma cena que me causou tamanha inveja... Um pai e um filho em uma lanchonete conversando, falando de mulheres, do trampo entre outras coisas... fikei vendo aquela cena com uma profunda dor no coraçao, uma saudade... saudade de algo que nunca tive e nunca terei, de um momento assim como esse... de sentar com o pai e conversar os assuntos mais banais possíveis, asneiras, tirar dúvidas... ou as vezes simplesmente abraçar meu pai... Um pai que nunca tive, meu pai morreu quando tinha 14 anos de idade, mas nunca foi um pai presente, devido ao vicio do alcool... cheguei a ficar meses sem ve-lo, pois saia sem ter acordado e chegava ja tinha dormido...
Vendo essa situação bateu uma saudade de um pai, daquela pessoa em quem temos mais medo do que nossa mae, respeito com suas opinioes, mesmo estando errado na maioria das vezes, saudades de uma conversa franca sobre sexualidade entre outras coisas... co…