sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Elogios nao me elevam,
Ofensas nao me rebaixam,
Sou o que sou e não o que acham...

Pe. Silvio
"Algumas pessoas olham o mundo e perguntam:

Por quê???


Eu penso em coisas que nunca existiram e pergunto:

Por que não???


George Bernard Shaw

Estava lendo um livro (O Barao - Leandrito Garcia) e os capitulos 24 e 25 chamaram-me a atençao, os quais ponho-os aqui na integra:


24 - O amor existe


Sim, o amor existe! Descobri que um dos maiores sentidos da vida é o de amar e ser amado. E agora eu me sentia amado. Mesmo que com os chocolates sempre presentes compartilhando desse mesmo amor de Fernando.

Lamento por aqueles que não amam, e que pulam de galho em galho feito macacos, abandonando-os a cada pulo. Digo que quem ama nao precisa de pular de galho em galho nenhum, já que o amor é capaz de nos sustentar, como o chao nos sustenta com o auxílio da gravidade. E assim, os galhos tonam-se dispensáveis.

Quem ama ao menos chega a conhecer a firmeza do chão e pode se consolar por saber que ama alguem.

Quem ama além de estar sempre com os pés dora do chao e correndo o risco de cair e se machucar, muitas vezes machuca aos outros. O que não é uma atitude digna de nobreza.

Quem não ama é egoista e assassin... Despreza o sentimento alheio e agindo dessa forma, esmaga os que o amam a cada salto, pois cada salto demanda impulso, que quando quem não ama pula ao seguinte galho, o anterior se fragiliza, quebra cai, seca e morre... já secaste um galho???


25 - Homossexuais também AMAM


Leitores e Leitoras que nao conseguem compreender esse amor. Já dizia Clarice Lispector: viver ultrapassa qualquer entendimento. Quem sabe um dia voce viva o suficiente para entender!!

REafirmo-lhes: só quem vive entende. Se nao podem se sentir dentro da nossa pele, nao deveriam nos ver como o lameiro da vida, mesmo sabendo que o lameiro da vida após perder um pouco de sua água, torna-se produtivo para muitas culturas vegetais que podem te fazer alimentar... Divago e dificulto muito??? Pois que seja.

Não entenda! Viva e deixe viver! Pois se perdem dos seus tempos apontando o dedo ao seu semelhante, perdem muito de sua vida, e ainda podem destruir com a vida dos outros...

o amor nao escolhe raça, etnia, sexo ou cor (menos ainda tendencia sexual). Eis a diversidade desse sentimento!

E se nao sabia disso até pegar nessas escrituras, agora saiba: OS HOMOSSEXUAIS TAMBÉM AMAM!!!




Achei de muito bom tom, e perspicacia a forma como o autor escreve definindo o que é amor e principalmente defendendo uma tese ha tempos questionados por tantos por ai, e que a resposta é muito simples, e muitas vezes as pessoas querem divagar, aprofundar onde nao ha aprofundamentos... Nao estou amando, ainda, mas já amei e muito alguem... porem diante dos pré-conceitos e rótulos que a vida impôs-me um dia acabei deixando passar... Mas hoje, luto por um amor verdadeiro... os outros que se danem... que cuidem de suas vidas e de seus sentimentos.

E pros que dizem por ai que estou namorando ou coisa do tipo, meus queridos eu ate gostaria de estar sim, mas ainda meu momento nao chegou, mas logo logo chega, aliás está chegando... que me venha meu MAH... rs... agora eh pra valer... agora falem rsrsrs