quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

PEDIDO DEMISSAO...


Venho por meio desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria de adultos. Resolvi que quero voltar a ter as responsabilidades e as ideias de uma criança de oito anos no máximo.

Quero acreditar que o mundo é justo e que todas as pessoas são honestas e boas. Quero acreditar que tudo é possível. Quero que as complexidades da vida passem despercebidas por mim e quero ficar encantado com as pequenas maravilhas deste mundo. Quero de volta uma vida simples e sem complicações.

Cansei dos dias cheios de computadores que falham , montanhas de papeladas, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças e necessidade de atribuir valor monetario a tudo o que existe.

Nao quero mais ter que inventar jeitos para fazer o dinheiro chegar até o dia do proximo pagamento. Nao quero mais ser obrigado a dizer adeus às pessoas queridas e, com elas, a uma parte da minha vida.

Quero ter a certeza de que Deus está no céu, e de que por isso, tudo está direitinho nesse mundo. Quero viajar ao redor do mundo no barquinho de papel que vou navegar numa poça deixada pela chuva. Quero jogar pedrinhas na água e ter tempo para olhas as ondas que elas formam. Quero achar que as moedas de chocolate são melhores do que as de verdade, porque podemos come-las e ficar com a cara toda lambuzada.

Quero ficar feliz quando amadurecer o primeiro caju, a primeira manga ou quando a jabuticabeira ficar pretinha de frutas. Quero poder passar as tardes de verao à sombra de uma árvore, construindo castelos no ar e dividindo-os com meus amigos. Quero voltar a achar que chicletes e picolés são as melhores coisas da vida.

Quero que as maiores competições em que eu tenha de entrar sejam um jogo de bola de gude ou uma pelada. Quero voltar ao tempo em que tudo o que eu sabia era o nome das cores, a tabuada, as cantigas de roda, a "Batatinha quando nasce..." e a " Ave Maria" e que isso não me incomodava nadinha, porque eu nao tinha a menor ideia de quantas coisas eu nao sabia.

Quero voltar ao tempo em que se é feliz, simplesmente, porque se vive na bendita ignorancia da existencia de coisas que podem nos preocupar ou aborrecer. Quero acreditar no poder dos sorrisos, dos abraços, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginção, dos castelos no ar e na areia.

Quero estar convencido de que tudo isso... vale muito mais do que o dinheiro! A partir de hoje, isso é com voces, porque eu estou me demitindo da vida de adulto. Agora, se você quiser discutir a questão, vai ter de me pegar... PORQUE O PEGADOR ESTÁ COM VOCÊ!!!! E pra sair do pegador, só tem um jeito:

Demita-se você tambem dessa sua vida chata de adulto, mandando esta mensagem aos amigos, principalmente os mais sérios e preocupados. NAO TENHA MEDO DE SER FELIZ!!!

Eu me demito de mim mesmo...


Em 18/12/2009 ouvi essa mensagem na missa de encerramento do ano pastoral da Paróquia em que HABITO, pois frequento outra... e na homilia o sacerdote colocou uma audio mensagem finalizando sua homilia e essa mensagem era de um bispo que utilizou da mensagem: Pedido de Demissao(vale apena ler ou escutar). Achei muito intrigante, mexeu internamente em todos da assembleia, pois nao esperávamos... e a mensagem fez com que eu parasse pra pensar na minha própria vida, em tudo que venho perdendo, "ganhando"... e cheguei a conclusao quie vamos crescendo e com isso esquecendo as coisas que realmente importam na vida, e que é ser FELIZ acima de tudo. Mesmo diante dos problemas e das situações que nos param ao longo de nossa caminhada. Percebi que venho perdendo tempo, com lágrimas, afastando-me de todos etc. e que preciso mudar alguma coisa, mas ainda nao sei ao certo o quê. Ainda... mas tentarei colocar a cabeça no travesseiro e pensar pela última vez... o engraçado que quando criança, nao importamos com isso... quero voltar a ser criança... a nao ter que me preocupar com contas, trabalho, sexualidade, solidao e por ai vai... Inúmeras coisas atrapalham a vida da gente, porém nada fazemos diante disso, simplesmente queremos que tais situações desapareçam como passe de mágica

Por isso, tambem quero fazer meu pedido de demissao da vida de adulto, dos problemas e preocupações que tÊm causado muita dor e sofrimento em minha vida, nos sentimentos, na sexualidade, na afetividade... em toda a vida. Demito-me das amizades que depcionaram e decepcionam e decepcionarão, demito-me dos julgamentos, das condenaçoes, que o povo faz de mim e de tantos outros. Demito-me do cansaço da idade, do peso dos problemas e dos sofrimentos. Demito-me de toda solidão, tristeza, angústia... Demito-me de todo tipo de falsidade, de pessoas que querem o nosso lugar seja no trabalho, em casa, na escola, nas amizades etc. Enfim demito-me de mim mesmo, de todas as minhas complicações como pessoa humana, dos meus sentimentos e ressentimentos, das minhas tendencias e inclinações... DEMITO-ME...

20/12/2009.

no proximo post coloco o pedido de demissão que mexeu com a gente... espero que mexa contigo...

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Enfim 2010...

É mais um ano inteirinho pra gente viver, lutar, passar por cada mês... sofrer, chorar, sorrir... e tantas coisas mais. Hoje estava eu cá a pensar nesse ano torno-me um balsaquiano. Que venham os 30 anos... Muitas coisas pra fazer, muitas coisas pra decidir, lutar... só espero ter forças pra isso. Assumir minhas decisões com cabeça erguida... tornar-me ainda mais independente de meus atos.
Ontem acabei cruzando com um cara via net que constantemente difama a minha pessoa... Fiquei, de certa forma, feliz em saber que incomodo algumas pessoas da minha cidade por ser como sou...
Sei que este ano não será dos mais faceis... pra variar, terei que enfrentar essa depressao de frente... esses problemas financeiros de cabeça erguida... e ser eu mesmo independente de qualquer coisa e situação...
Vamos terminar esse restinho de ano...