sexta-feira, 15 de maio de 2009

Estou vivendo momentos dificeis, crise existencial, emocional e afetiva, todas ao mesmo tempo, o que me faz enlouquecer. Hoje na Universidade, em minha aula vaga fui fazer um momento de silêncio, escrever um pouco, pois escrevendo consigo expressar o que sinto... e chorei... fazia tanto tempo que nao chorava de derramar lagrimas, soluçar etc. foi um desprendimento da alma, com isso lembrei da Cançã de Almir Sater que Pe Fabio tem cantado muito por ai: TOCANDO EM FRENTE, que resume bem o que estou vivendo no meu dia-a-dia, nao sei como ainda continuo tocando em frente, caminhando... só sei que ainda estou, até quando só Deus o sabe.

Mas queria que esse sofrimento de ter que sofrer por tudo na vida cessasse, devo ter um jugo hereditário tremendo por tudo isso, ou sei lá o porque de passar por tudo isso... Sofro ate pra atravessar a rua... Claro que sou um pouco hipérbole, mas em tudo na vida nunca consegui com facilidade, alias, as poucas coisas que ainda me restam né...

Já pensei em desistir de tudo várias vezes, e ainda penso... tenho perdido completamente as espectativas, até porque o que se espera de uma vida regada de dor e sofrimento... mas vou tocando em frente, sonhando por um dia de alegria, tranquilidade, paz, etc. as vezes as pessoas me veem sorrindo... mas mal sabem elas o que se passa em meu coração... Nao será eu quem direi...

A música Tocando em frente me fez parar pra pensar na vida, na minha vida mais especificamente... ando devagar pois um dia fui muito apressado e me dei muito mal, o apressado come cru ou quente demais como diz o ditado... e apesar das lagrimas derramadas, ainda continuo com o meu sorriso, tem dia que me dói sorrir, porem ninguem é obrigado a conviver com um mal humorado, rabugento etc, pois assim é minha alma... da mesma maneira que é preciso chuva para florir é preciso paz para amar, pelo jeito nunca amarei... e realmente cada um de nós compomos nossa estrada mediante as dores, alegrias, conquistas e perdas, amamos, choramos, sorrimos. Será que é possivel ser feliz assim como sou?

é uma questao que só eu posso responde-la, mas diante de tudo o que tenho passado na vida, ja nao tenho tanta certeza de que felicidade exista... se existe passa sempre longe de minha pessoinha... é como caminhar pelas ruas olhando as vitrines, vendo roupas, objetos, etc e nao poder te-los nunca, assim é minha vida... e com isso vamos tocando em frente, sem perspectiva... sem sonhos, sem esperança, sem amigos, sem tudo e com nada... a única coisa que me pertence é esse nada em tudo...sou rico em ser nada, que coisa engraçada e malfadada...

Como sei que ninguem le meu blogto, esponho meus sentimentos mais aberto aqui, claro que ainda posso me abrir mais, por ser a reserva em pessoa sofro mto com isso... e o blogto é meu companheiro do dia-a-dia...

As lágrimas insistem em querer marejar os olhos, mais uma vez, em busca de abrigo da alma solitária que tenta encontrar um lugar quente, aconchegante, enquanto nao encontro vou cantarolando:

Tocando em Frente

Almir Sater
Composição: Almir Sater e Renato Teixeira

Ando devagar porque já tive pressa

Levo esse sorriso porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe

Só levo a certeza de que muito pouco eu sei

Eu nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs,

O sabor das massas e das maçãs,

É preciso amor pra poder pulsar,

É preciso paz pra poder sorrir,

É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente

Compreender a marcha e ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro levando a boiada

Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou

Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs,

O sabor das massas e das maçãs,

É preciso amor pra poder pulsar,

É preciso paz pra poder sorrir,

É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,

Um dia a gente chega, no outro vai embora

Cada um de nós compõe a sua história

Cada ser em si carrega o dom de ser capaz

E ser feliz

Conhecer as manhas e as manhãs

O sabor das massas e das maçãs

É preciso amor pra poder pulsar,

É preciso paz pra poder sorrir,

É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa

E levo esse sorriso porque já chorei demais

Cada um de nós compõe a sua história,

Cada ser em si carrega o dom de ser capaz

E ser feliz

Ficou um pouco longo...mas é bom...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Eu se eu fosse voce? 3

Bom essa é uma pergunta que grita dentro de mim... ja parou pra pensar e se eu fosse voce? e se voce fosse eu? quanta coisa nao seria diferente...
Essa semana o cinema cultural que esta tendo em sao joaquim esta passando este filme o 2, e isso me faz filosofar um pouco, mas antes vamos a divulgaçao... desde semana passada a Prefeitura Municipal Setor da Cultura tem feito momentos cinematograficos aqui na nossa pacata cidade, porem no ultimo final de semana somente 3 pessoas foram assistir, pode? Isso porque o filme era: O menino da porteira - com Daniel, tudo de bom o filme, mas as pessoas perderam a oportunidade, ate eu, pois nao pude ir... agora essa semana esta passando se eu fosse voce. Se voce for de sao joca, os filmes tem passado la no salao do estacionamento do Hotel Mauad Plaza, nao paga nada, tem que pegar ingressos nas escolas ou no setor de educação(meu trampo), ha sessoes as 9h, 15h, 19h, e 21h sendo que as 09h, 15 e 19h é sessao pra menores, e das 21h pra adultos. Nos horarios das 09 e das 15h esta passando a turma da Monica e as 19h e 21h Se eu fosse voce 2. ate sabado, depois muda a programaçao, isso vai ate dia 24 de maio...
Bom voltando ao motivo pelo qual resolvi utilizar este titulo foi que fikei imaginando a situaçao do casal Gloria e Toni do filme e tentando colocar em nossa realidade, ja imaginou se pudessemos passar por essa troca... Como seria hein? Ja imaginou eu sendo voce e voce sendo eu... com todos os problemas que tenho, com todas as limitaçoes, inclinaçoes e tendenciasetc ha pessoas que jamais iriam gostar de tal situaçao, ou entao entenderiam realmente o que eu passo, mas nao sendo egoista, e se eu fosse outras pessoas... aff fico imaginando no lugar daqueles que ja me atiraram inumeras pedras um dia, sera que faria o mesmo? ou pior? imagino no lugar dos que falam mal de mim pelas costas... Só de pensar ja cansei e nao quero isso nao... nao iria gostar da situaçao, do que possa vir acontecer, sentir, descobrir... quanta coisa, mas se eu fosse voce...

Indefinições indefinidas...definidas definiçoes, definiçoes indefinidas e indefinidas definições...

As vezes chegamos em fases como essa de querer definir um rumo na vida, um plano, uma meta... mas o que conseguimos alcançar sao apenas definidas indefiniçoes e por ai vai... Estou neste momento na vida, de querer ser alguem definidamente sem medo do que dizem, ou venha dizer ou disseram, simplesmente ser eu acima de tudo, doa a quem doer... Apesar de todo meu medo de ser eu mesmo, chega um momento na vida que nao tem como fugir da nossa realidade propria, ja tentei fugir de mim mesmo, acreditem, porem como fugir sendo que voce é voce pra onde quer que voce va ou faça... Assim sou eu... Tentando concretizar minhas definiçoes, pra muitos será motivo de espanto, pra outros ah ja sabia.. e pra outros motivos de mais condenações e julgamento(nessa ordem).
Podem estar perguntando porque disso agora, simples, pelo simples fato de todos nós sermos alguem na vida, ter um sentido na vida, uma meta... ja tive muitas mas com o passar do tempo fui desistindo delas e me apagando cada vez mais, vivendo a solidao de um modo totalmente extremo... quero me dar oportunidade, voltar a sonhar, se é que pode isso...Nao sei por onde começar, mas sei que pra mim ja deu ter que ficar se escondendo de mim mesmo, e vamos as consequencias que a vida nos impoe... ate porque nao tenho mais nada a perder, ja perdi tudo que tinha, alias a gente só perde o que nao tem, ja dizia minha amiga Ziza, entao os amigos que se passaram: obrigado, os que ficaram: obrigado, os que vierem: obrigado. Pois nao pretendo mais dar murro em ponta de facas... e menos ainda sofrer na solidao só pra satisfazer algumas pessoas mesquinhas...
Havia feito planos de viver esse ano intensamente a felicidade, porem soh vivi tristeza e uma apos a outra... e nao sai desse marasmo ainda. Mas quero curtir um pouco da vida que me resta sendo apenas eu... Um ser sensivel, ferido, romantico a extremo em relaçao as marcas da classe, entre outras coisas mais...
Estou concluindo comigo mesmo que nao adianta nada eu quero fugir de mim mesmo, pois nao ha como... demorei mas consegui concluir isso... depois de tantas dores e sofrimentos... o amadurecimento tem me acompanhado... me levantado talvez... ou me segurado sei la... sei que vivo estou... pra que? nem sei... só sei que a minha vontade nao era essa...
Podem se perguntar entao: mas em que voce se define ou indefine?: Em tantas coisas, porém eu me defino como eu e me indefino como eu... rs que profundidade, dizer tudo e nada ao mesmo tempo... pra quem sabe ler...
Bom é isso ai... aqui nasce mais um... eu... com minhas indefiniçoes indefinidamente definidas...doa a quem doer!!! rs pois a mim ja doeu o suficiente...

domingo, 10 de maio de 2009

Esta última quarta(06/05) minha avó veio a falecer, que Deus a tenha em um ótimo lugar... como diz minha mãe... Morreu uma semana apos o dia em que meu pai faleceu...Sentiremos muita saudade, do cheirinho dela... Ela possuia 87 anos estava proximo dos 88 ja... Vai ficar a saudade...

domingo, 3 de maio de 2009

Deixando pra la...

A vontade que tenho é a de deixar tudo pra lá... e seguir pelo mundo afora... em busca de uma felicidade que nunca possui...
Deixar família, amigos, colegas, trampo, amores etc. A única coisa que gostaria de manter sao meus sonhos e a vontade de realiza-los... apesar que as forças tambem tenho deixado pra la, alias elas têm me deixado...
Deixar as dúvidas, os medos, as incertezas, inconstancias que a vida insiste em apresentar em minha vida... o medo de ser eu mesmo...
Deixar casa, faculdade, razao, emoçao etc
Deixa pra la...ate mesmo as coisas que queria deixar pra la...

O Outono